Divina Leitura | Temporada de infantojuvenis em Mato Grosso

 

Coluna 17


Temporada de infantojuvenis em Mato Grosso


Nos meses pandêmicos, entre 2020 e 2021, a literatura produzida em Mato Grosso, em franca efervescência, viu também um florescimento de infantojuvenis. Neste post, apresentamos oito dessas obras.


1) Elvis e Lola: um mundo coelhado - Texto e ilustrações de Neide Silva (Editora TantaTinta).

Sinopse: Elvis e Lola são um coelho e uma coelha muito diferentes um do outro, mas, mesmo assim, constroem uma linda história. Conhecer novos gostos, hábitos e situações pode ser muito interessante. Temas: diferenças culturais, aprendizado, respeito e tolerância pelo diferente.

Link para a compra: https://www.tantatinta.com.br/livro/elvis-e-lola









2) TROA - Texto de Alicce Oliveira e ilustrações de João Paulo de Oliveira Carmo (Umanos Editora).

Sinopse: Onde está sua força interior? Troa te convida para uma jornada entre céus, terras, mares e montanhas. Com coragem e sabedoria, a jovem Troa descobre que o maior bem habita dentro de si. E que é no caminho para completar a jornada que está a humildade. Uma virtude que fez Troa enxergar o que estava diante dela a todo o instante. Troa vem do verbo troar, o mesmo que: estronda, estrondeia, trona, troveja, trovoa. 

Link para a compra: https://umanoseditora.com.br/produto/troa/










3) Tereza Natureza Sofia Tecnologia - Texto de Val Baminger Oliveira e Belle John e ilustrações de Dani Dias (Editora Entrelinhas).

Sinopse: A obra é objeto do projeto selecionado pelo edital de fomento municipal da Lei Aldir Blanc em Cuiabá. As autoras Val Baminger Oliveira e Belle John são, respectivamente, professoras de língua inglesa e de língua portuguesa, de uma escola pública estadual em Cuiabá. A ideia para a publicação do livro surgiu a partir de uma inquietação das professoras em relação ao uso excessivo dos celulares pelos alunos em sala de aula e, também, da preocupação com o meio ambiente, especialmente no que tange às queimadas no Pantanal no ano passado. Assim surgiu a história em forma de poema que fala de duas meninas, Tereza, que ama a natureza e representa uma infância livre das amarras da tecnologia, e Sofia, uma garota que vive conectada ao celular. A princípio, cada uma está inserida em seu universo particular, ambas voltadas aos seus próprios interesses. Em certo ponto da história, um episódio vai mudar a dinâmica dos acontecimentos. Ao ouvirem a notícia sobre as queimadas no Pantanal e sentirem na pele os efeitos dessa tragédia, ambas irão se unir para tomar ações efetivas de proteção ao meio ambiente. O intuito foi demonstrar que, mesmo sendo criança, é possível encontrar soluções para um problema e que pode haver um equilíbrio entre o uso demasiado de tecnologias (cuja importância é indiscutível) e o cuidado e preservação do nosso planeta, começando pelo nosso entorno. 

Link para a compra: https://www.entrelinhaseditora.com.br/produtos/p.asp?id=283&produto=tereza_natureza_sofia_tecnologia











4) Tsurus - Texto de Tatiane Silva Santos e ilustrações de Camila Corrosine (Editora Quase Oito).

Sinopse: "Tsurus é um livro origami. Ele traz uma história que se dobra e desdobra sobre outra, e sobre outra, e, em cada dobra, guarda o desejo de vida e as marcas profundas da amizade. A escritora Tatiane Silva Santos desdobrou a história de Sadako Sasaki, a menina de muitas asas que viveu e voou em Hiroshima; dobrou a de seus amigos fazedores de asas; desdobrou, também, a dos mil tsurus, pássaros coloridos de papel. Então, a ilustradora Camila Carrossini dobrou o escuro, desdobrou o claro, dobrou as dores, desdobrou as cores. E, entre dobra e desdobra, o sagrado se fez Obra e, agora, pousa devagarinho nesse ninho de dedos dobradinhos." (Geruza Zelnys).














5) Escrituras animais - Texto de Marta Cocco e ilustrações de Francisco de Assis (Editora Gesto).

Sinopse: Escrituras animais é um livro que aborda a escrita como uma tecnologia e expõe uma variedade de gêneros de textos que circulam na vida dos “bichos”. Tudo é contado por uma lagarta, descendente de uma ancestral que escreveu uma carta enigmática no passado sobre o futuro das comunicações. As crianças são desafiadas a traduzir a carta. Esse livro foi agraciado com o Prêmio Estevão de Mendonça de Literatura em 2020.

Aquisição do livro diretamente com a autora neste telefone: (65) 99341 9304.













6) Valentina, a menina que brinca com o vento - Texto de Janete Manacá e ilustrações de Elis Souza Rockenbach (Edição de autora).

Sinopse: Com ilustrações de Elis Souza Rockenbach, o livro Valentina, a menina que brinca com o vento é a primeira produção infantil da autora e conta as aventuras criativas de uma menina que, até os 8 anos de idade, viveu no campo e usufruiu dos benefícios da mãe natureza. As ilustrações em preto e branco têm como objetivo propiciar à criança uma interação lúdica com a obra. Nas páginas finais, há alguns jogos como caça palavras, entre outros, que também instigam o desenvolvimento intelectual e criativo da criança. 

Aquisição do livro diretamente com a autora neste telefone: (65) 99975 3398.








(colorido pela leitora Elenir Simcic)




7) Meninas e meninos - Texto de Eliani Silveira Viana e ilustrações de Adriana Hardt dos Santos (Editora EDUFMT).

Sinopse: Esta obra apresenta indagações acerca da representação da mulher na sociedade, a qual busca incansavelmente alcançar posição de igualdade, e apresenta sugestões que possam combater o preconceito, a misoginia, a desigualdade de gênero e a exclusão feminina, inspirando meninas e meninos do mundo todo e ensinando valores éticos e respeito aos meninos, os quais recebem uma cultura padronizada de um mundo que deseja impor a supremacia masculina como norma social.













8) O insight dos insetos - Texto de Divanize Carbonieri e ilustrações de Simone Matias (Editora TantaTinta).

Sinopse: Úrsula é uma menina estudiosa e criativa. Ao ter em mãos um livro sobre as formas dos animais e reparar que vários de seus nomes são proparoxítonas, ela resolve criar histórias para cada um deles e montar seu próprio livro. Em linguagem poética une biologia e gramática, ressaltando a beleza da natureza em seus detalhes. Um glossário contribui para a ampliação do conhecimento de termos pouco conhecidos. Estruturados em estrofes de 4 versos, os poemas são escritos em redondilhas menores (versos com 5 sílabas poéticas) e todos os primeiros versos de cada quarteto terminam numa proparoxítona. As rimas são alternadas e seguem um esquema ABAB, ou seja, rimam em versos cruzados – o primeiro com o terceiro e o segundo com o quarto. Os conhecimentos nessa área podem ser explorados também pela taxonomia, sistema hierárquico que coloca em categorias os seres vivos, exposta nos poemas em filo, classe e ordem, além de seus hábitos, sua beleza física, plástica e importância fundamental no equilíbrio dos ecossistemas do planeta. Unindo gramática, arte literária e biologia, a obra aborda o momento de compreender a essência das coisas, o insight, a epifania, de onde inclusive podem surgir grandes descobertas científicas, artísticas, emocionais, incentivando a inquietação intelectual dos(as) leitores(as).















Comentários

PUBLICAÇÕES MAIS VISITADAS DA SEMANA

Mulher Feminista - 16 Poemas Improvisados - Autoras Diversas

200 palavras/2 minicontos - por Lota Moncada

De vez em quando um conto - Os Casais - por Lia Sena

Nordeste Maravilhoso - Viva as Mulheres Rendeiras!

Preta em Traje Branco | Cordel reconta: Antonieta de Barros de Joyce Dias

Cinco poemas de Eva Potiguar | Uma poética de raízes imersas

A POESIA FANTÁSTICA DE ROSEANA MURRAY | PROJETO 8M

Uma resenha de Vanessa Ratton | "Caminho para ver estrelas": leitura necessária para a juventude

Resenha do livro juvenil TÃO LONGE... TÃO PERTO, de Silvana de Menezes

Resenha 'afetiva' do livro O VOO DA GUARÁ VERMELHA, de Maria Valéria Rezende