Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Nic Cardeal

A POESIA MARCANTE DE SILVANA GUIMARÃES | PROJETO 8M

Imagem
fotografia do arquivo pessoal da autora  8M (*) Mulheres não apenas em março.  Mulheres em janeiro, fevereiro, maio. Mulheres a rodo, sem rodeios nem receios. Mulheres quem somos, quem queremos. Mulheres que adoramos. Mulheres de luta, de luto, de foto, de fato. Mulheres reais, fantasias, eróticas, utópicas. Mulheres de verdade, identidade, realidade. Dias mulheres virão,  mulheres verão, pra crer, pra valer! (Nic Cardeal) Navegue na poesia sempre marcante de SILVANA GUIMARÃES : MAMUSKAS a trisavó cresceu com a mania de recolher nuncas a bisavó passou a vida colecionando nãos a avó, entre rezas, reunia quimeras a mãe empilhava lamúrias ela habituou-se aos muros a filha junta janelas a neta, pássaros (* do site escritorassuicidas.com.br , outubro/2013) -*- haicai-imagem do arquivo pessoal da autora  -*- O ÓBVIO LANCINANTE  a morte é um milagre: ela vem leva um e outros morrem ao redor de quem foi: todo morto nunca é um só na sua dor não existe rota de fuga não há esconderijo ela chega

A POESIA ENVOLVENTE DE ROBERTA GASPAROTTO | PROJETO 8M

Imagem
fotografia do arquivo pessoal da autora  8M Mulheres não apenas em março.  Mulheres em janeiro, fevereiro, maio. Mulheres a rodo, sem rodeios nem receios. Mulheres quem somos, quem queremos. Mulheres que adoramos. Mulheres de luta, de luto, de foto, de fato. Mulheres reais, fantasias, eróticas, utópicas. Mulheres de verdade, identidade, realidade. Dias mulheres virão,  mulheres verão, pra crer, pra valer! (Nic Cardeal) Sinta na pele, na alma, a poesia de ROBERTA GASPAROTTO : AFETOS havia multidões de ninguéns por trás das palavras cacofonia de letras emaranhadas e gastas na era do desperdício (* poema extraído de sua TL, 20.12.2020) -*- poema-imagem do arquivo pessoal da autora  -*- ASSOMBRO entrou com receio . não sabia se era um templo ou uma alcova ... apenas intuía que algo sagrado acontecia diante dos seus olhos . com medo , fugiu . (* poema extraído de sua TL, 30.12.2020) -*- poema-imagem do arquivo pessoal da autora  -*- COMPROMISSO  escrever aquilo que vem que passa que perpass

OITO POEMAS DE MARLENE DE FÁVERI | PROJETO 8M

Imagem
fotografia do arquivo pessoal da autora  8M (*) Mulheres não apenas em março.  Mulheres em janeiro, fevereiro, maio. Mulheres a rodo, sem rodeios nem receios. Mulheres quem somos, quem queremos. Mulheres que adoramos. Mulheres de luta, de luto, de foto, de fato. Mulheres reais, fantasias, eróticas, utópicas. Mulheres de verdade, identidade, realidade. Dias mulheres virão,  mulheres verão, para crer, para valer! (Nic Cardeal) Mergulhe na poesia feminista - pulsante, ardente, dolorida, resistente - da grande escritora  MARLENE DE FÁVERI , em oito poemas selecionados de seu livro  SE PULSA, ARDE E RESISTE : capa do livro Se pulsa, arde e resiste SANTO CORPO Santo corpo de carnes cruas, Despe tuas curvas e Deixa nus somente os olhos, Púbis, pernas, seios, pelos, Ventre, fortaleza do ovário,  Sacrário da procriação,  O alimento mais caro Brota do peito, Seios de Vênus  Pernas que marcham Braços que embalam Mulher, corpo santo, Mulher, santuário.  (p. 26) imagem do Pinterest  -*- VIGIO POR