Preta em Traje Branco | Falsa Liberdade por Lu Amor Spin


Coluna 36

https://pixabay.com/pt/users/fietzfotos-6795508/

Falsa Liberdade

Dia treze de maio de oitenta e oito
É mentira o que dizem para o povo.
Negros não foram libertados,
Continuaram escravizados.

Milhares pelas ruas, sem emprego,
Sem ter onde morar e o que comer
Se desdobrando pra sobreviver,
Que liberdade é essa que falam
Se os negros continuaram marginalizados.

Resistindo dia a dia,
Lutando pra não ver sua cultura morrer.
Há séculos tentam nos tornar invisíveis,
Jongos, congadas, capoeira, proibir,
Mas não podem apagar de nós a história,
E a memória do grande guerreiro Zumbi.

O negro tão bem construiu as riquezas do nosso Brasil,
Mas nas capas dos livros, alguém já viu?
E não me venha dizer que o Pedro descobriu o Brasil,
A história não é contada da maneira como deve ser
Nossos meninos e meninas precisam se reconhecer

Walt Disney, contos de fadas,
Cadê os príncipes e princesas pretas
Para representar a criançada.
Antes de persistir com o seu discurso sobre laicidade,
Procure saber a verdade

Não venha dizer “Não pode falar de ritos, orixás,
“cuidado com manifestação popular,
Tambor na escola nem pensar”.

Pegue sua teoria, e todo seu bla bla bla
E antes de caluniar procure pesquisar,
A cultura negra é peça chave de toda riqueza e cultura brasileira,
Pois nossa cultura não se resume a samba e capoeira.

Luciene Amor36 anos, Mãe, Professora de Educação Infantil da Rede Pública Municipal- SP, graduada em Pedagogia pela faculdade Uni Sant’Anna em 2010. Amante da capoeira, da poesia, do Rap Nacional, Poeta do Sarau Elo da corrente. Atualmente é formadora do curso - Educar para a Igualdade Racial: Por uma educação antirracista - pelo instituto JPD, e participa de formações em oficinas voltadas à Educação Étnico Racial em instituições Escolares. Instagram: @lu_capoeira_





 

Comentários

PUBLICAÇÕES MAIS VISITADAS DA SEMANA

Mulher Feminista - 16 Poemas Improvisados - Autoras Diversas

200 palavras/2 minicontos - por Lota Moncada

A POESIA FANTÁSTICA DE ROSEANA MURRAY | PROJETO 8M

Nordeste Maravilhoso - Viva as Mulheres Rendeiras!

De vez em quando um conto - Os Casais - por Lia Sena

Cinco poemas de Eva Potiguar | Uma poética de raízes imersas

Preta em Traje Branco | Cordel reconta: Antonieta de Barros de Joyce Dias

UM TRECHO DO LIVRO "NEM TÃO SOZINHOS ASSIM...", DE ANGELA CARNEIRO | Projeto 8M

Resenha 'afetiva' do livro O VOO DA GUARÁ VERMELHA, de Maria Valéria Rezende

Uma resenha de Vanessa Ratton | "Caminho para ver estrelas": leitura necessária para a juventude