Avisos




| 25/Maio/2020 |




Foi uma bela celebração virtual. Agradecemos novamente às 149 autoras da coletânea, bem como todos os convidados, amigos e leitores que participaram do lançamento virtual. Faremos alguns highlights na revista e, quando estivermos prontas para organizar uma nova antologia, avisaremos. A próxima será, provavelmente, de prosa. 




| Maio/2020 |


Nossa Antologia já está pronta para o lançamento!!





| Abril/2020 |





RESULTADO OFICIAL DA SELEÇÃO
DAS POETAS E POEMAS DA
I ANTOLOGIA DIGITAL DE POESIA
DA REVISTA SER MULHERARTE 🖊 📖 



[em ordem alfabética]

Adri Aleixo (Para não morrer de amor)
Adriana Aneli (Meus naufrágios)
Adriana Bezerra da Silva (Cárcere)
Adriane Garcia (A cor dos olhos de Lia)
Aline Alves Guimarães (Arrecifes)
Aline Borba (Ser Mulher)
Amanda A. da Silva Prado (Poema 1) 
Amanda Vital (bisturi n. 4)
Ana Cecília Romeu (A tristeza do teu peso sobre o meu)
Ana Dos Santos (Pretas Velhas)
Ana Duarte Castillo (Muitas coisas ao mesmo tempo...)
Ana Elisa Ribeiro (Peças de madeira em pau-marfim)
Ana Laura Figueiró (Ser)
Ana Pedrosa (Poema 2)
Ana Yanca Maciel (A mulher que sou)
Andréa Mascarenhas (duerme, maria)
Ângela Cristina Alves Albino (Mundocanção)
Angela Zanirato (Desentrega)
Anna Apolinário (As bruxas susurram meu nome)
Anna Liz (Beleza de mulher)
Annecy Venâncio (Sou Mulher)
Áurea Maria Brandão Santos (Despedida)
Bárbara Bento (Ser indomável)
Barbara Rosa (A culpa é do buraco)
Be Medeiros (Mulher é Ser)
Camila Nobiling (Sal, sol, sabor, saída)
Camila Peres (Sou)
Camila Santos (Eu não estou só)
Caroline Diniz (Madalena)
Chris Herrmann (Terezinha de Jejum)
Cielle Santos (Liberdade)
Cinthia Kriemler (Desadestradas)
Cissa de Oliveira (Inspiração)
Clarisse Pacheco (Nudez)
Cláudia Gonçalves (Mutação)
Cleane da Silva de Lima (Mulher)
Cris de Souza (Bilhete de geladeira)
Cristina Tadielo ((in)tensa)
Danielle Rech (Volátil) 
Dani Vilas Bôas (Indo)
Deane Monteiro Vieira Costa (A ancestralidade das mulheres)
Diana Pilatti (Poema 2)
Divanize Carbonieri (Doma)
Eliana Mora (Pedido)
Elisa Campos (Tanka I)
Elke Lubitz (Sibilas)
Eloá Carvalho Pires (Matrioshka)
Érica Azevedo (Partituras)
Esther Alcântara (Porque sou mulher)
Giovana de Oliveira Costa (Vazio cheio de mim)
Giselle Ribeiro (Legado)
Hannah Cavalcanti (Exótica)
Helena da Rosa (Mulher Feminista)
Hellen Lirtêz (Indisposta) 
Hevellyn Cristine Rodrigues Ganzaroli (Porque sou mulher)
Indy Sales (Livres mulheres)
Ines Lempek (Só por hoje)
Isabel Cristina Röhrig (Quimera?)
Isoneth Lopes Almeida (Arranha-céu)
Ivy Menon (Inverno)
Izaura Geríz (Eu mulher)
Janaina Cruz (Porque somos mulheres (1))
Jennifer Trajano (Identidade)
Jéssica Rodrigues (Joia rara)
Jéssica Santos (Ser Mulher)
Jéssica Tatiane Felizardo (Eu não sou mulher?)
Jessica Ziegler de Andrade (Nua)
Joelma Bittencourt (Sempre Nova)
Joema Carvalho (Gosto de mim)
Joseli Cliton Bezerra (Ser mulher)
Jusci Loiola (Meus 30 e poucos)
Karina Silveira Furtado (Meu corpo nu)
Karolzinha da Silva (selvagem)
Kátia Borges (Alegoria)
Ketryn Carvalho (Má ou boa?)
Lana Cristina Braz Queiroga (Buraco vivo)
Lázara Papandrea (poema 2)
Lia Sena (Ser)
Ligia Helena de Carvalho (Ser Mulher)
Lilian Rose M. da Rocha (Mergulho)
Lini Carmo (Silêncio) 
Lin Quintino (Mulher Invisível)
Líria Porto (traste)
Lívia Tezuka Joaquim (Livre mulher)
Lourença Lou (dias de maria)
Luciane Monteiro (Como se eu fosse a vilã)
Maíra Varela Calixto de Freitas (Ser Mulher)
Mara Magana (Mutação)
Marcela Beatriz Bomfim Cruz (Abstrata)
Maria Alice Bragança (Bajo da Luna)
Maria C. M. Carvalho (Ubuntu)
Maria dos Remédios de Brito (Corpo-mãe)
Maria Marta Nardi (Uma mulher)
Marília Kubota (linha e linhagem)
Marina Silva Cunha (Eu)
Marta Alves Lemos (Para sempre, e sempre)
Maya Falks (Luzes artificiais)
Mayda Zanirato (Teimo(lu)sia)
Micheliny Verunschk (a mulher tenta)
Mila Nascimento (Luta fêmea)
Mô Ribeiro (Poema 1)
Natasha Leão (Por que sou mulher?)
Neuza Ladeira (Retalhos)
Nic Cardeal (Samsara)
Paula Cristina de Oliveira (8 de março) 
Paula Pioli (Duais)
Porcina Furtado (Essas mulheres)
Rafaela Antonioli (Poema 2)
Raquel Dias Wazlawoscky (Criança)
Rita Queiroz ((Im)possíveis retratos)
Roberta Gasparotto (Poema 2)
Rosa Acassia Luizari (Da estabilidade dos corpos femininos)
Rosana Paulo (Vênus ao espelho)
Rozana Gastaldi Cominal (Fio Condutor)
Sabrina Gomes (Poema 2)
Sandra Godinho (Às mulheres)
Sandra Modesto (Desconstrução)
Sergia Antonia M. O. Alves (Lucidez)
Silvana Guimarães (Mamuskas)
Silvia Maria Ribeiro (Etéreo feminino)
Sofia Marie Alessandra Espanion (Sou mulher)
Sophia Egoroff (Ponto de equilíbrio)
Sol Figueiredo (Um grito de mulher)
Sonia Nabarrete (8 de março)
Soraya Mello Oliveira (Apenas)
Suelen Gil (A solidão ou eu)
Sueli Finoto (Tuas vozes)
Suzi Pereira (desaFIOS)
Taciana Oliveira (Mapa)
Taiane Oliveira Lima (Fotografia)
Tere Tavares (Conjugação) 
Terezinha Marques (Ser Mulher)
Thais Andressa (Poema 1)
Thaís V. Manfrini (Poema 1)
Th. Zanetti (Porque somos)
Valéria Pisauro (Plural)
Valéria Tarelho (arte sã)
Valeska Brinkmann (Anastácia)
Vanessa Ratton (Cidinha)
Vânia Gondim (Ciclos)
Vânia Ortiz (Grito)
Vera Ione Molina (Conventillo de San Telmo)
Vera Lúcia de Oliveira (Poema 1)
Verônica Araújo Mendes (Senhorita)
Virginia Finzetto (Medida profilática)
Viviane Santos Cendon (Cordão)
Wanda LL Cozzi (Espelho)
Wanda Monteiro (Coisa Divina?
É a Mulher)

[foram selecionadas 149 poetas das 208 inscritas]

26.Abril.2020


OBS: Agora vamos iniciar a edição da antologia, cujo lançamento deverá ser na segunda quinzena de Maio/2020 na página da Revista Ser MulherArte, no Facebook. Agradecemos com carinho a todas que se inscreveram e parabenizamos as poetas que foram selecionadas para a nossa antologia digital. As que não foram selecionadas desta vez, não fiquem tristes, pois este é apenas o primeiro projeto. Faremos outras antologias daqui para frente.

Chris Herrmann
Revista Ser MulherArte



| Março/2020 |



A Revista Ser MulherArte está iniciando um projeto de antologias digitais gratuitas. Abaixo, a capa da primeira, que será uma coletânea de poemas. As inscrições já estão abertas e vão até o dia 17 de Abril de 2020. O lançamento virtual será no Facebook em Maio/2020. A data exata será informada após o término das inscrições. 


Mulheres poetas que queiram participar, enviem-nos dois poemas (não precisam ser inéditos, mas estar em concordância com o tema “Porque somos mulheres“), e informem nome, cidade e país, para o e-mail: 


Escolheremos apenas um poema de cada poeta selecionada pela revista. 



PUBLICAÇÕES MAIS VISITADAS DA SEMANA

Machismo estrutural | Quando a imprensa também exclui as mulheres

Uma resenha de Marta Cocco | "Uma Diva na passarela estreita do Jabuti"

Um poema de Mar Becker | "à parte do reino"

Uma série pictórica de Neide Silva | Flores do Cerrado

Cinco poemas de Tatiane Silva Santos | "No sonho"

A poética que roça os sentidos | Banquete poético

Yedda Maria Teixeira | o prêmio da arte de amar

Era uma vez 11 I Literatura infantil inclusiva da brasiliense Alessandra Alexandria

De Prosa & Arte| Nosso Corpo não é Bagunça!

IX Tertúlia Virtual | Vozes e Olhares de uma Poética do Feminino