A POESIA DA ILUSTRADORA E DESIGNER BIA CARDEAL | Projeto 8M

fotografia do arquivo pessoal da autora 

8M (*)

Mulheres não apenas em março. 
Mulheres em janeiro, fevereiro, maio.
Mulheres a rodo, sem rodeios nem receios.
Mulheres quem somos, quem queremos.
Mulheres que adoramos.
Mulheres de luta, de luto, de foto, de fato.
Mulheres reais, fantasias, eróticas, utópicas.
Mulheres de verdade, identidade, realidade.
Dias mulheres virão, 
mulheres verão,
pra crer, pra valer!
(Nic Cardeal)

Conheça algumas das múltiplas artes de BIA CARDEAL - na poesia, desenho, aquarela, ilustração, fotografia, patchwork, kokedama, etc:

fotografia de Bia Cardeal 


Ontem eu morri.
Quarenta e uma mil, novecentas e uma vezes eu morri.
Morri de queda do nono andar.
Morri de bala amarga e perdida.
Morri de falta de ar.

Ontem eu morri.
Não morria assim há muito,
Nem quando as mortes que se morre são esperadas
(ainda que não se queira).

Ontem eu morri.
Quarenta e uma mil, novecentas e uma vezes eu morri.
Morri uma morte anunciada. Calculada. Ironizada.
Ontem eu morri.
Morrer dói. 
Morrer mata.
Mata a esperança. 
Morrer cansa.
Porque todo hoje tem um ontem pra se morrer.

(em 13.06.2020)

*

desenho de Bia Cardeal 


Se escrevo pouco
e o meu falar é ausente,
é porque o silêncio que mora em mim
tem muito mais a dizer.

*

desenho de Bia Cardeal 

*

patchwork de Bia Cardeal 

*

Cem dias.
A guerra
dos sem dias
é batalha perdida.

(em 24.06.2020)

*

poema visual de Bia Cardeal 

LIBERDADE

por favor
não me aprisione
não tenho só sobrenome
tenho alma de passarinho

*

kokedama de Bia Cardeal 


*

tem dias
que prefiro
o silêncio do branco
à tagarelice das cores

*


poema visual de Bia Cardeal 


sou um pássaro 
que só sabe
cantar silêncio 

*


poema visual de Bia Cardeal 


roupas 
secas no varal
tatuam
um cheiro de sol 
na pele

*
poema visual de Bia Cardeal 

OUTONO 

No fim
da tarde
as nuvens
sonham cor-de-rosa

*

poema visual de Bia Cardeal 

inVerso

sorvo
da seiva
que a vida
me serve

*

aquarela de Bia Cardeal 

*

poema visual de Bia Cardeal 

*

poema visual de Bia Cardeal 


Uma casa sem gatos
É como no inverno 
Pés sem sapatos

*

aquarela de Bia Cardeal 

Meu quintal
é meu planeta,
meu planeta é minha casa,
minha casa sou eu!

*

aquarela de Bia Cardeal 

*

Gosto do gosto da poesia.
Ele sempre fica 
no céu da boca 
porque vira estrela 
na alma da gente!

*

ilustração de Bia Cardeal 

*

aquarela de Bia Cardeal 

Porque a saudade 
deságua
num vale 
sombreado de lembranças 

*

aquarela de Bia Cardeal 

Sim,
ficar em cASA
me leva
mais longe...

*

(*) 8M: 8 de Março = Dia Internacional da Mulher: Projeto 'Homenagem a mulheres escritoras/artistas', iniciado em março/2021, por Nic Cardeal.


fotografia do arquivo pessoal da autora 


BIA CARDEAL (BEATRIZ CARDEAL RODRIGUES) é natural de Brusque/SC, e atualmente reside em Camboriú/SC. Graduada em Design Gráfico pela Uniasselvi em 2012, obteve premiação como aluna destaque entre todos os cursos concluídos naquela data. É ilustradora e designer de superfície. 

Foi editora executiva de revistas de ponto cruz, pintura em madeira e patchwork, prestando serviço para editoras em São Paulo e Rio de Janeiro, onde também residiu. 

Escreveu e ilustrou dois livros infantis: A Arca das Letras (2001), e O Rei das Palavras (2007), ambos pela Editora Hagnos, São Paulo/SP.




Atuou como designer, desenvolvendo papéis de decoupage e stenceis para quilting, para a empresa 'Toke e Crie' (SãoPaulo/SP), e para 'Pintando e Bordando' (Rio de Janeiro/RJ). Na área têxtil, como designer de superfície, criou a coleção Baltimore e Redwork, de estampas para tecido para patchwork, para a empresa 'Döhler Tecidos' (Joinville/SC). Também trabalhou como designer para a empresa 'Fernando Maluhy Tecidos', especializada em tecidos para patchwork (São Paulo/SP). Como quilt designer possui trabalhos publicados em revistas da área, como 'Patch e Afins' (São Paulo/SP: Editora Nove) e 'Make Rita Paiva' (São Paulo/SP: Editora Minuano).







Comentários

PUBLICAÇÕES MAIS VISITADAS DA SEMANA

Mulher Feminista - 16 Poemas Improvisados - Autoras Diversas

Nordeste Maravilhoso - Viva as Mulheres Rendeiras!

De vez em quando um conto - Os Casais - por Lia Sena

Resenha 'afetiva' do livro O VOO DA GUARÁ VERMELHA, de Maria Valéria Rezende

UM TRECHO DO LIVRO "NEM TÃO SOZINHOS ASSIM...", DE ANGELA CARNEIRO | Projeto 8M

UM CONTO DE MARIA AMÉLIA ELÓI | Projeto 8M

Cinco poemas de Catita | "Minha árvore é baobá rainha da savana"

Nada mais vai ao caixão | Marilia Kubota

Resenha do livro juvenil TÃO LONGE... TÃO PERTO, de Silvana de Menezes