Força e delicadeza - A maravilhosa obra de Lilian Goulart


Falar da multiartista Lilian Goulart, é território vasto, tema complexo, em virtude da imensa gama de possibilidades inseridas no seu fazer artístico. Há sim, algo muito claro que salta aos olhos; a beleza escancarada que captura olhares, corações e almas, embebidos na ternura e potente carga de lirismo inegáveis. Lilian passeia pelas aquarelas em papel, pelas telas, pela música, com sua linda voz, pela poesia, pelas aulas de arte que contemplam todas as idades, pelos muros, pela vida, esbanjando coloridos, pretos e cinzas. A arte de Lilian não se conta; vejam, sintam!
Lia Sena








"tudo faz sentido

até mesmo quando os olhos

estão fixados no nada."

Lilian Goulart




 "Assim meio lua, com cara de quem não quer ir, lá vai a moça se desfazendo de flores de chita.

Canta versos dos poetas e os seus, que tira do bolso e oferece ao vento."

Lilian Goulart






"... as vezes nem percebia que gotas de cores e poesias caiam sobre ela. Só se deu conta disso, quando ergueu novamente sua flor."
Lilian Goulart






Vênus de Willendorf


Rachaduras no muro viram arte


Canecas com a delicada arte de Lilian


"Tira cor, põe cor... e a vida é assim..."
Lilian Goulart


Ateliê Mvsika Centro de Estudos




Lilian Goulart graduada em Artes Visuais com habilitação em Design Gráfico e Pós-graduada em Arteterapia, sempre foi envolvida com música, imagens e poesia. Trabalha hoje com o Ateliê de artes bidimensionais, tridimensionais e música. É professora do Ateliê Mvsika Centro de Estudos. Lilian afirma:
"Minha Arte não segue apenas uma linha estética, porém, todas seguem os meus sentimentos, seja qual for a linguagem e o momento."
Os "bonecos palitos" são bastante presentes, e mesmo eles, passam por diversas poéticas, suportes e técnicas. Foi aluna de Carlos Sena Passos, grande artista plástico e professor da UFG. Tem obras com colecionadores de outros países e foi selecionada por uma  Galeria de Londres, a Gallery Saatchi Art. 





Comentários

  1. Muito lindo, Liloca.
    Parabéns.
    O Senhor continue te abençoando e te dê muita vitórias.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Lilian, por me mostrar um pouco do seu lindo trabalho. Maravilhoso... parabéns, amei!!!😘

    ResponderExcluir
  3. Parabéns a todos os envolvidos na revista, no editorial e parabéns Lih!
    É um privilégio para mim conviver com a artista, a cantora, a pedagoga, a poetisa e colega no Mvsika!
    O que ela produz e inspira outros a produzir e o acolhimento e estímulo que ela e sua arte proporcionam são notáveis!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço de coração! Dou aulas de Arte, mas não sou Pedagoga. Bem que poderia. :)))

      Excluir
    2. Eu agradeço a visita e o comentário gentil. Abraços!

      Excluir
  4. Obrigada a vocês que já conhecem o meu trabalho é também aquelas pessoas que estão conhecendo agora.
    Eis-me aqui, #soudaarte

    ResponderExcluir
  5. Valeu Lia Sena! Você é fera em forma de fulô!

    ResponderExcluir
  6. Muita identidade.. é possível saber que é uma obra da artista ainda q ñ fosse assinada.. Parabéns!!!
    De Goiânia para o mundo..
    By Lilian Goulart.

    ResponderExcluir
  7. Agradeço a cada pessoa que aqui esteve e deixo meu Instagram caso queiram conhecer mais sobre o meu trabalho.

    https://instagram.com/lihgoulart?igshid=16gl4yu1wmrb8

    ResponderExcluir
  8. Parabéns Lilian!!! Sua arte é maravilhosamente extraordinária.

    ResponderExcluir
  9. Parabéns Lilian!!! Sua arte é maravilhosamente extraordinária!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

PUBLICAÇÕES MAIS VISITADAS DA SEMANA

Divina Leitura | O mito da beleza por Naomi Wolf e suas consequências para a vida das mulheres contemporâneas

Era uma vez 11 I Literatura infantil inclusiva da brasiliense Alessandra Alexandria

Cinco poemas de Angela Dondoni | "Transmutar"

Tertúlia Virtual | uma ideia genial de Marta Cortezão

Cinco poemas de Eva Potiguar | Uma poética de raízes imersas

Resenha do livro infantojuvenil A ÚLTIMA FOLHA, de Adriana Barretta Almeida

Tertúlias Virtuais | Poesia: a Arte do Encontro

Um conto de Carmen Moreno | "Dora"

Três poemas de Maria Cleunice Fantinati da Silva | "Intensa(mente) temperamental"

De Prosa & Arte | Cumpleaños