Nota de Repúdio à fala misógina do Sr. Presidente


Nós da Revista Ser MulherArte, no momento em que buscamos fortalecer diariamente os laços entre mulheres, apresentando-as nos mais diversos saberes e formas do fazer artístico, senti-mo-nos fortemente ultrajadas com a fala do atual Presidente da República. Fala esta que foi vastamente divulgada na data de hoje, 18/2/2020, pelos mais diversos veículos de comunicação. Trata-se de falta de decoro do Sr. Presidente dirigir-se à jornalista da Folha - Patrícia Campos Mello, de forma explicitamente misógina e desrespeitosa, num momento em que ela exercia o seu trabalho. Externamos assim, enquanto coletivo de mulheres que lutam por direitos e visibilidade, o nosso mais profundo repúdio e indignação diante deste acontecimento lamentável. Esclarecemos que não há qualquer conotação político-partidária no nosso posicionamento. Esta nota visa apenas reafirmar o direito à liberdade de imprensa e respeito às mulheres que exercem tal profissão, bem como de todas as outras.


Chris Herrmann
Editora

Comentários

  1. Obrigada, Chris Herrmann. Como mulher, escritora e jornalista profissional, essa nota me representa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz em saber disso, querida Virgínia. Obrigada! 🤍

      Excluir
  2. Muito importante isso. Precisamos nos manifestar sempre!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

PUBLICAÇÕES MAIS VISITADAS DA SEMANA

Mulher Feminista - 16 Poemas Improvisados - Autoras Diversas

Nordeste Maravilhoso - Viva as Mulheres Rendeiras!

Quatro poemas de Ana Dos Santos | "Retorno ao Atlântico Negro"

Poema | Nunca Mais, por Jeane Tertuliano

Lançamento | Coletânea Mulherio das Letras para Elas

Pés Descalços 02 | Uma página para cada coisa

Cinco poemas de Eva Potiguar | Uma poética de raízes imersas

Para não dizer que não falei dos cravos | Seis poemas de Jansen Hinkel

MulherArte Resenhas 16 | "Chão Batido", de Juçara Naccioli: vozes monumentais de ontem e de hoje - Por Marli Walker

MulherArte Resenhas 15 | Entrega-se poesia em Domicílio - Por Marli Walker