Lançamento de Aquatempo - livro de poemas de Wanda Monteiro

Aquatempo - Wanda Monteiro
Editora Patuá, 2020


Aquatempo é o novo livro da escritora Wanda Monteiropublicado sob o selo da editora Patuá. O livro, numa edição bilíngue para o espanhol com tradução de Bianca Guzzo, é ilustrado pelo escritor Adriano Lobão Aragão. Como a autora diz: é um livro de poemas numa estrutura romanesca, desenhada pelo diálogo entre um casal de ribeirinhos que vive numa ilha fluvial e dialoga sobre tempo  memória, vida e morte.


Imagem: Arquivo Pessoal 


O livro trás o texto de apresentação do escritor Alberto Bresciani, o prefácio do Poeta Airton Souza, o texto de posfácio do escritor Nuno Rau  e a resenha de quarta capa de Alexandre Guarnieri.

AQUATEMPO / AQUATIEMPO teve seu lançamento de estréia,  em São Paulo, na festa de aniversário da editora Patuá e a escritora Wanda Monteiro apresentará o livro no Concerto de Poesia, ao lado do poeta Carlos Orfeu,  na Estação das Letras no Rio de Janeiro.  O lançamento no Rio de Janeiro está marcado para acontecer dia 10 de abril, às 20h, na Taberna de Laura em Ipanema.

Com as escritoras Lenita Estrela e Noélia Ribeiro
no lançamento de meu livro AQUATEMPO
no Patuscada bar e livraria em São Paulo

Abaixo o texto escrito pelo escritor Alexandre Guarnieri sobre o livro:

Como se fala da água a sua capacidade de penetrar todas as frestas e intervalos, também a poesia de "aquatempo" faz de sua festa líquida a eficácia áquea de minar em nossos ouvidos (arredios a novos brilhos) qualquer resistência estúpida (todo o vácuo que porventura os tempos secos tenham nos legado); nossos ouvidos, tão necessitados de úmido afago, de bálsamo; este é um livro onde correm rios límpidos e vítreos, mas também onde transmigram águas barrentas e turvas, resultado do lodo do fundo revolvido; livro cujos versos inundam e banham como no júbilo de uma pândega celebração indígena na beira de um riacho sonoro; que a sua poesia não pare de jorrar, Wanda Monteiro, mãe deste "aquatempo". “ 

O livro pode ser adquirido no site da Patuá ou da
Amazon.com

Foto: a escritora Wanda Monteiro
[Arquivo Pessoal]

Wanda Monteiro, advogada, escritora, uma amazônida nascida à margem esquerda do rio Amazonas, em Alenquer, Pará, Brasil. Colabora com vários projetos de incentivo à leitura de seu país, seus textos poéticos são publicados em importantes revistas literárias - impressas e digitais - veiculadas em várias regiões do pais, como Mallarmargens, Revista Gueto, Acrobata, Diversos & Afins, Relevo, Lavoura, Zona da Palavra, Vício Velho, Ruídos, Literatura BR, Literatura & Fechadura, DesEnredos, InComunidades (Lisboa). E agora na nova Revista MulherArte. Tem seus poemas publicados nas antologias: Senhoras Obscenas; Proyecto Sur Brasil, Sarau da Paulista; Mulherio de Letras / Lisboa e na primeira e histórica publicação impressa da Revista Literária Gueto. Obras publicadas: O BEIJO DA CHUVA, 2008, Ed Amazônia; ANVERSO, 2011, Ed Amazônia; DUAS MULHERES ENTARDECENDO, 2015, Ed TEMPO - em parceria com a escritora Maria Helena Latinni; AQUATEMPO, 2016, Ed Literacidade; A LITURGIA DO TEMPO E OUTROS SILÊNCIOS, 2019, Ed Patuá.




Comentários

Postar um comentário

PUBLICAÇÕES MAIS VISITADAS DA SEMANA

A terapia da palavra em quatro poemas da jovem escritora Maria Luiza Brasil

PodPapo 07 | Entrevista com a cantora e multiartista Lica Cecato

A beleza no humanismo e na denúncia da poesia de Edir Pina de Barros

PodPapo 09 - entrevista com a escritora, editora e coordenadora do Focus Brasil NY Nereide Santa Rosa

Um conto de Marithê Azevedo | "Céu Escuro"

Para não dizer que não falei dos cravos | Poemas e videopoemas de Rogério Bernardes

Três poemas de Dayane Soares | Uma poética do tempo e da ancestralidade

Um miniconto de Silviane Ramos | "De que cor ficou?"

Divina Leitura | As multiplicidades de "Santuário" de Maya Falks

Quatro poemas de Helenice Faria | Uma poética da resistência