Quatro poemas de Maria Teresa Moreira | "Seria simples ser aquele pássaro"

 

Fonte: pixabay.com


Quatro poemas de Maria Teresa Moreira

"Seria simples ser aquele pássaro"


Posta

 

O céu se põe

Eu me ponho

Me tiro

Me atiro

Me encontro

Me perco

 

Seria simples ser aquele pássaro

Mas não sou

Sou eu

Sob o sol se pondo

Eu me pondo

Ponderando

Quem sou

Por baixo do que aparece

E parece

Ser eu

Mas nem tanto

 

O sol põe-se

Sob meu mais eu

Hoje!

 

 

Exercício

 

Olhei

Não com meus olhos

Tomei outros, emprestados

E o que vi

Era tão novo

Instigante e assustador

Pois diferente

Do que via eu

Com meus próprios olhos…

Aprendi toneladas!!


Fonte: pixabay.com

Processo

 

Pensava que morria

Mas não era eu

Eram minhas certezas...

Pensava que morria

Mas não era eu

Eram certos sonhos...

Pensava que morria

Mas não era eu

Era um jeito de ser eu.

 

Abri mão

Aprendi

Mais viva do que nunca!!

 

 

Encaixe

 

Não me encaixo.

Deveria?

Desejo tanto

Mas não.

 

Impulso

Repulsa.

Nada de caixa

En-caixa.

 

Sou eu

Horizonte!

 

Fonte: pixabay.com




Maria Teresa Moreira, pedagoga formada pela Unicamp, ganhou concursos na infância e publicou artigos na vida adulta em revistas religiosas. Publicou o livro Como educar e ser feliz em 1993 pela editora Raboni e os livros de poesia 50 Tons da Menopausa em 2017 (faz parte do acervo da Biblioteca do Memorial da América Latina) e 50 Faces da Menopausa em 2019. Tem poemas publicados em inúmeras mídias e em antologias. Autora selecionada para a obra 100 Melhores Poetas Lusófonos Contemporâneos – 2018 e para o prêmio “Destaque Poético 2018”. Faz parte da ALG (Academia de Letras de Goiás) e da AMCL (Academia Mundial de Cultura e Literatura – cadeira 2). Comunica-se com suas leitoras e leitores através de fanpage 50 Tons da Menopausa no Facebook e no Instagram @mtpoetisa.



Comentários

Postar um comentário

PUBLICAÇÕES MAIS VISITADAS DA SEMANA

Mulher Feminista - 16 Poemas Improvisados - Autoras Diversas

Especial Literatura | Vinte autoras de/em Cuiabá

Cinco poemas de Marta Valéria Aires F. Rosa | "Respiro lentamente o prazer da criação"

Três poemas e um conto de TAİ | "DIAMANTEMENTE NO CÉU"

Uma crônica de Dalva Maria Soares | "A janta tá pronta?"

Um conto de Evelise Pimenta | "Foi num sábado qualquer..."

Preta em Traje Branco | A autoestima concebida de Arleide Nascimento

Preta em Traje Branco | Trinca de Versos de Valéria Mendonça

Resenha do livro infantojuvenil de poemas, POEMEAR DE PERNAS PRO AR, de Adriana Barretta Almeida

MulherArte Resenhas 09 | Aos 86, Eni Fantini lança seu primeiro livro e nos ensina a libertar por meio da arte