Jeovânia P. comemora um ano do seu canal e selo Literatura Feminina

 




A literatura feminina cada dia mais vem ganhando força, nos últimos anos com a criação do Mulherio das Letras e sua disseminação, pelo país e fora dele, vem provocando uma revolução literária, que presa por evidenciar uma literatura que por séculos foi invisibilizada, isto é, a produção literária feita por mulheres.

Crescemos em um mundo que defende uma sociedade falocêntrica, embranquecida e preconceituosa, sendo assim, a tomada de consciência da nossa potencialidade transforma essa realidade preestabelecida. Quando mulheres que escrevem se reúnem e juntam forças para mostrar para o mundo que suas escritas são potentes, e que elas estão aqui para ficar, adentramos a uma nova Era. Que como bem coloca nossa matriarca, Maria Valéria Rezende, horizontaliza o espaço literário, dando assim uma nova forma à literatura, uma onde todas as escritoras podem se sentar a mesma mesa e debaterem como iguais, independente de serem iniciantes ou com longos anos de estrada, todas em uma mesma caminhada e juntas.

É nesse espírito de luta pela valorização e visibilidade do que vem sendo produzido pelas nossas escritoras que nasce Literatura Feminina, tanto o canal quanto o selo. O canal surge junto com o projeto “Bom dia com literatura feminina”, onde todos os dias às 7:00 horas são publicados vídeo de mulheres recitando mulheres, não apenas se autodeclamando, mas também nos apresentado outras escritoras, criando o laço que se forma quando uma mão segura outra, e de repente há uma imensidão de braços dados, tudo isso lá no nosso canal do YouTube Literatura Feminina.

Penso que o grande pulo do gato, é o fato desse espaço não só propagar a literatura feita pelo mulherio, como de auxiliar na construção de uma rede que vem se solidificando diariamente, a partir da união das companheiras. Estas buscam juntas meios de superarem as dificuldades do mercado editorial, dos preconceitos sociais, da autoafirmação e reconhecimento de si enquanto escritora. Coisas que são necessárias para trilhamos nosso caminho, assim como essa resistência que se efetiva a partir da comunhão de umas com as outras.

Esta parceria literária vem dando muitos frutos, e estamos completando um ano de um canal e de um selo que se fez por meio dessa confluência, que está nos levando até a produção literária impressa. Pois, as coletâneas “O Livro das Marias” e “Escrituras Negras” são prova disso e agora com essa comemoração ganhamos o e-book “Sinergia”, que logo ganhará versão impressa, e que é um meio de agradecer a essas mulheres que estão na luta, e que seguem apoiando e colaborando com o Literatura Feminina. Uma obra que proclama a parceria entre escritoras.

Nessa trajetória há uma via muito importante que vem sendo traçada e se reforçando diariamente que é a literatura feminina negra, isso porquê se sofremos o impacto da obscuridade da literatura produzida por mulheres durante séculos, muito pior é quando se pensa e se fala da produção literária de mulheres negras. Isto devido à questão da escravatura e das consequências que ela nos deixou, como é o caso da inferiorização intelectual dos/as negros/as, controversa que vai além do olhar do outro, que adentra a cultura, e diz ao povo preto que o espaço deles está ali, delimitado, definido, e que o lugar de quem escreve e produz conhecimento não é o do/a negro/a.

Frente a toda problematização do corpo da mulher negra em uma sociedade racista, sexista e homofóbica afloram pretas que se reúnem para mostrar que as mulheres negras também escrevem, e que sua literatura é de tão alta qualidade quanto qualquer outra de talento. A Literatura Feminina é também Literatura Feminina Negra, e se diz de todas as formas que nós, mulheres, somos capazes de dizer.

Portanto, para comemorarmos essa parceira feminina está sendo lançado o e-book “Sinergia” hoje, dia 15 de julho, às 19:00 horas teremos um sarau de lançamento do sarau onde será disponibilizado o link de acesso à obra. Essa coletânea conta com a presença de 41 (quarenta e uma) autoras, mais a participação especial de Maria Teresa Moreira que faz a apresentação e a arte da capa é baseada em quadro da artista plástica Sayonara Pinheiro, portanto somos muitas, lindas e fortes mulheres dando à luz a esse novo livro.
Além disso, estamos lançando o regulamento para a coletânea “O livro das Marias III_ Uma força sublime”, se quiser saber mais clique aqui.


Abraço e xero,









Comentários

  1. Maravilha. Uma grande comemoração. Parabéns a todas que fazem essa história.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Jeovânia P e demais poetisas por mais esta conquista. Feliz Aniversário e Sucesso.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Jeovânia P pelo seu empenho e dedicação nesse trabalho de promover o enlace entre a mulher e a literatura. Sucesso sempre!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

PUBLICAÇÕES MAIS VISITADAS DA SEMANA

Mulher Feminista - 16 Poemas Improvisados - Autoras Diversas

Nordeste Maravilhoso - Viva as Mulheres Rendeiras!

Para não dizer que não falei dos cravos | "Retratos" e "Autorretratos" de José Inácio Vieira de Melo

Poema | Fremente, por Jeane Tertuliano

Um ensaio de Isabel Furini | A Poesia e sua Função

Pés Descalços 01 | Menino ou Menina

Três poemas de Josuelene Souza | Autorretrato

Para não dizer que não falei dos cravos | Cinco poemas de Pedro Vale

Cinco poemas de Valéria Paz | "Era vida e se quebrou"

Cinco poemas de Catita | "Minha árvore é baobá rainha da savana"