Uma resenha de Vanessa Ratton | "Caminho para ver estrelas": leitura necessária para a juventude

 


Uma resenha de Vanessa Ratton

Caminho para ver estrelas: leitura necessária para a juventude


Um livro para jovens (de espírito) que possibilita a integração de diversos suportes e linguagens, com uso de novas tecnologias, teorias críticas, música, poemas e criatividade. É tão profundo e tão leve, que é uma fórmula enigmática. Abre inúmeras formas de ser compreendido, tudo ao mesmo tempo ou em partes, de acordo com as descobertas, experiências e estudos que vamos tendo pela vida, mas o faz nos emergindo em seu enredo enigmático de ficção científica. Coincidência ou inspiração do Universo, a obra de Lúcia Teixeira Cortez Editora, lançada em 2019, mas anuncia uma pandemia mundial!

É possível ler ouvindo a playlist do capítulo referente e entrar dentro da história e começar a refletir sobre a frase: “sem reflexão, a indiferença e a barbárie se instalam. O preço da liberdade é a eterna vigilância (…) As próximas gerações irão mudar a realidade e criar um mundo mais sustentável, menos egoísta, de respeito à natureza, aos seres humanos e à vida”. O futuro é agora. Essa geração tem que fazer a mudança que salvará o planeta e nós temos obrigação de ajudá-los, porque eles são nossos filhos e netos. E isso não é ficção científica, é o nosso planeta, são as nossas vidas.

O suicídio é a segunda maior causa de mortes entre adolescentes, muito ligado à depressão juvenil. Neste contexto de mundo virtual “perfeito”, onde todos são “felizes”, a vida tem que ser uma festa diária, vazia, fria e superficial, parece ser proibido sofrer, e muitos de nossos jovens estão em agonia e sem direção.  Por isso, é importantíssima a obra: Caminho para ver Estrelas, de Lúcia Teixeira, com ilustrações de Delone. É a história final da Trilogia do Tempo, Tudo é possível – incrível viagem no tempo e O segredo da longa vida. Lucas é o personagem que conhecemos menino e que vai crescendo nos livros seguintes e se torna um adolescente no livro final.

Muitas referências a cidade de Santos, cidade da autora, com  música, poesia, artes plásticas, teorias de Einstein, Esperança, Ficção Científica, Criatividade, Filosofia, Amor, Amizade, Estímulo a  Resiliência, Consciência Sustentável, Preservação do Planeta, Acolhimento, Cultura de Paz, Justiça Social e um convite do maluco beleza: (…) Mesmo que pareça que não há mais lugar/ Vocês ainda têm/ A velocidade da luz pra alcançar/ Vocês serão o oposto dessa estupidez/  Aventurando tentar outra vez/ A geração da luz é a esperança no ar.



A autora

Lúcia Teixeira é Mestre e Doutora em Psicologia da Educação, educadora, psicóloga e escritora, indicada ao prêmio Jabuti e vários prêmios. É autora de livros de Educação e Psicologia. Na Literatura, escreveu a Trilogia Pagu, que inclui Viva Pagu – fotobiografia de Patrícia Galvão, e a Trilogia do Tempo: Caminho para ver Estrelas (juvenil), Tudo é possível – incrível viagem no tempo e O segredo da longa vida (traduzido para o japonês), entre outros.


Serviço:

Caminho para ver Estrelas

132 páginas

Autora: Lúcia Teixeira

Ilustrações: Delone

Cortez Editora

R$38,00 – Toda renda de direitos autorais revertida para entidades beneficentes de atendimento para crianças, jovens e idosos em situação de risco e vulnerabilidade social.



https://www.cortezeditora.com.br/produto/caminho-para-ver-estrelas-2199



Comentários

PUBLICAÇÕES MAIS VISITADAS DA SEMANA

Machismo estrutural | Quando a imprensa também exclui as mulheres

Uma resenha de Marta Cocco | "Uma Diva na passarela estreita do Jabuti"

Um poema de Mar Becker | "à parte do reino"

Uma série pictórica de Neide Silva | Flores do Cerrado

Cinco poemas de Tatiane Silva Santos | "No sonho"

Yedda Maria Teixeira | o prêmio da arte de amar

De Prosa & Arte| Nosso Corpo não é Bagunça!

IX Tertúlia Virtual | Vozes e Olhares de uma Poética do Feminino

Um conto de Ciça Ribeiro | "O doce bombom"

Para não dizer que não falei dos cravos | Um poema de Ricardo Leão