Cinco poemas de Angela Dondoni | "Transmutar"

 

Gordon Johson. Fonte: pixabay.com


Cinco poemas de Angela Dondoni



Transmutar

 

Sopra o vento...

E por um momento 

Tudo fora do lugar 

 

Ele desperta o que está adormecido

Une em casamento 

O som e o movimento 

 

Depois que acalmar o vento

Nada será como antes 

Nem mesmo o sentimento 

 

Tudo é contínuo. Impermanente!



A vida e a chuva

 

A chuva desce

Trazendo vida 

Aquilo que estava morto

Renasce ...

A esperança chega

 

Que a chuva 

Regue a alma,

O coração...

 

Que renasça 

Com a chuva

Um novo olhar

Uma nova forma

de viver ...


Gordon Johson. Fonte: pixabay.com

Silêncio


O silêncio afaga os ouvidos

O silêncio acalenta

O silêncio é rasgado pelo som de um pássaro

 

O silencio cicatriza feridas

O silêncio alimenta

O silêncio traz vida

O silêncio traz conhecimento

O silêncio traz presença

E consciência

 

Silenciando  

Ouve-se os murmúrios da alma.



A artista 

 

Colocava na tela

As dificuldades do dia

 

Colocava na tela 

A desarmonia

 

Colocava na tela 

Tudo o que sabia

 

Colocava na tela 

Dores e alegrias 

 

Colocava na tela 

Cores e magia

 

Colocava na tela 

Seus sonhos e fantasias

 

Colocava na tela

Tudo o que podia

Tudo o que sentia...

 

E assim, produzia a obra da sua vida 



Encontros marcados

 

O pequeno filete de água 

Que nasce da terra 

Cristal precioso 

Vai seguindo mansinho  

Seu estreito caminho 

E mergulha no riacho

 

Este corre apressado 

Porque tem encontro marcado

Com o grande rio caudaloso 

Que recebe o pequeno 

Em suas águas, todo majestoso 

 

Ele também vai em busca

De seu destino e

Entrega suas águas...

Mistura doce e salgada

São todos agora

Um só 

Na grande imensidão... 


Gordon Johnson. Fonte: pixabay.com




Angela Dondoni nasceu em Cascavel, cidade do oeste paranaense. Graduou-se em Letras - Literatura. Adora ler, principalmente romances, biografias e contos. Uma das suas atividades preferidas é a escrita de poemas, aldrávias e haicais.



Comentários

Postar um comentário

PUBLICAÇÕES MAIS VISITADAS DA SEMANA

Cinco poemas de Jacinaila Louriana Ferreira | "a voz que insiste em gritar"

Poemia 01 | Tempo - por Chris Herrmann

Elas me fazem de gata e alpercata | Desfile de meowdas 1 - Publicação coletiva

Coluna 02 | Mulherio das Letras na Lua - ANA ACTO (Portugal)

Coluna 04 | Mulherio das Letras na Lua - JAMMY SAID (Brasil)

Mulher Feminista - 16 Poemas Improvisados - Autoras Diversas

Preta em Traje Branco | Dois Versos Vibrantes de Oyá

Coluna 04 - In-Confidências por Adriana Mayrinck

Façanha Feminina | Sarau na Favela

Coluna 03 | Mulherio das Letras na Lua - CECÍLIA DIAS GOMES (Portugal)