Seis poemas de Isabel Furini | "Existência"

 

Imagem de Schäferle por Pixabay.

Cinco poemas de Isabel Furini


EXISTÊNCIA

 

istmo

entre a vida e a morte

a existência humana

é uma ponte

                        sobre o vazio

- um momento do rio de Heráclito.

 

 

Imorredoura

 

Mora além

            do espaço

                        e do tempo

ela não se limita

não se debilita

e não admite confinamento

 

às vezes morre, mas ressuscita

pois a ternura é infinita.


Imagem de Free-Photos por Pixabay. 

No silêncio

 

Atravessei

a Via Láctea

com a imaginação

enquanto

a minha alma

dormitava

no silêncio do amor.

 

 

Viagem poética

 

Viajei pelo mundo para observar

os poemas e a Poesia

percebi rumos fixos e travessias

vi grandes mentes que poetizavam

e pequenas cabeças que riam

mas foi nula a minha artimanha

pois a Poesia é paixão

mora na alma

e morde e arranha

os conceitos sustentados pela razão.


Imagem de Felix Merler por Pixabay. 

MENSAGENS

 

As cartas

entregues

às retinas

extravasam

mensagens

no entorno

e

às vezes

do olhar

jorra

poesia

e constrói

pontes

de paz

e de harmonia

 


Regurgitar

 

lembro-me do som do mar

(feroz)

e do som de sua amada voz

 

às vezes

a memória involuntária

regurgita lembranças


Isabel Furini é escritora, poeta, palestrante e educadora. Autora de 35 livros, entre eles, “Os Corvos de Van Gogh” (poemas). Seus poemas foram premiados em Brasil, Espanha e Portugal; é criadora do Projeto Poetizar o Mundo; membro da AVIPAF (Academia Virtual Internacional de Poesia, Arte e Filosofia), recebeu Comenda Ordem de Figueiró, Artes e Cultura do Brasil, RJ, 2015; foi nomeada Embaixadora da Palavra pela Fundação Cesar Egido Serrano (Espanha, 2017); Participou de Antologias poéticas em Portugal, Argentina e Chile; Foi convidada para palestrar sobre a arte de escrever, na Feira Internacional do Livro de Foz de Iguaçu, na Feira do Livro e da Leitura de Campo Mourão,PR, e não Felima (Festival Literário Internacional de Machadinho, RS); Realizou recitais poéticos na 36a. Semana Literária do SESC & XV Feira do livro da UFPR, em 2017, e um Recital Poético na Biblioteca Pública de Burlingame, Califórnia, USA, em 2018. Alguns de seus poemas infantis foram escolhidos para contação de histórias em escolas, em Setúbal, Portugal e em diferentes escolas do Brasil.




 

Comentários

  1. Respostas
    1. Boa tarde, Isabel, percebi no meu comentário acima, que a composição de " singeleza grandiosa" não é a forma de dizer que sua escrita sempre vem acompanhada de muita emoção, e nos leva à reflexão interior.Um substantivo que ficou fora do lugar.Abraço!

      Excluir
    2. Muito obrigada, querida poeta Marli Terezinha Andrucho Boldori. As palavras geram guerras, mas as Artes trazem a cura.

      Excluir
  2. Lindos e sábios poemas a inspirar bem-vindas reflexões sobre a Vida e Autoconhecimento, parabéns Isabel! Ótima Revista, parabéns!Boa tarde e um bom fim de semana!Abraços, Vanice.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

PUBLICAÇÕES MAIS VISITADAS DA SEMANA

Mulher Feminista - 16 Poemas Improvisados - Autoras Diversas

Prosa Poética | Impiedosa Realidade, por Jeane Tertuliano

Especial Literatura | Vinte autoras de/em Cuiabá

Cinco poemas de Marta Valéria Aires F. Rosa | "Respiro lentamente o prazer da criação"

Três poemas e um conto de TAİ | "DIAMANTEMENTE NO CÉU"

Uma crônica de Dalva Maria Soares | "A janta tá pronta?"

Um conto de Evelise Pimenta | "Foi num sábado qualquer..."

Preta em Traje Branco | A autoestima concebida de Arleide Nascimento

Preta em Traje Branco | Trinca de Versos de Valéria Mendonça

Resenha do livro infantojuvenil de poemas, POEMEAR DE PERNAS PRO AR, de Adriana Barretta Almeida