Exposição Coletiva | Todo barulho que transborda do meu silêncio

 

Massuelen Cristina


Exposição Coletiva

Todo barulho que transborda do meu silêncio


Exposição Coletiva Do Feminino na Arte

 



A Exposição Coletiva “Todo barulho que transborda do meu silêncio.” traz 14 Artistas através da iniciativa Do Feminino na Arte. A convite da curadora e artista carioca Karenina Marzulo (que também participa da mostra), foram produziram imagens no primeiro semestre de 2020 durante o período mais rigoroso do distanciamento social imposto pela pandemia de corona vírus. O argumento surgiu a partir de um questionamento realizado nas redes sociais sobre os sentimentos aflorados nessa nova percepção das relações e do espaço. As artistas Adrielle Vieira, Mariana Rocha, Luiza Scarpa, Mari Morgado, Carol Vilamaro, Tainá Alvim, Danielle Neves, Massuelen Cristina, Janaina Tavares, Laís Dantas, Maria Mara, Mariana Quintão e Fraga, que são de distintas localidades, imprimem suas diferenças em linguagens e pesquisas artísticas únicas baseadas no tema central. Os desdobramentos refletem suas experiências individuais e a percepção do coletivo. Da incerteza do encontro, a ausência do abraço, a escassez do trabalho, a transformação do cotidiano, uma nova maneira de perceber a vida que se anuncia. 


Com o apoio do Memorial Municipal Getúlio Vargas a mostra pode ser vista em suas redes sociais e nas redes do Projeto Lives a partir do dia 16 de setembro com cada artista pelo perfil Do Feminino na Arte. Oportunidade para que elas possam falar sobre seus trabalhos e troca com o público através de perguntas que poderão ser feitas durante a transmissão.





Karenina Marzulo



Mariana Rocha




Danielle Neves



Janaína Tavares



Massuelen Cristina


Vídeo da exposição completa:

https://www.facebook.com/memorialgetuliovargas/videos/1553824761482494   





Comentários

Postar um comentário

PUBLICAÇÕES MAIS VISITADAS DA SEMANA

Divina Leitura | O mito da beleza por Naomi Wolf e suas consequências para a vida das mulheres contemporâneas

Era uma vez 11 I Literatura infantil inclusiva da brasiliense Alessandra Alexandria

Improvisos & Arquivos | árvore/poemas - publicação coletiva

Cinco poemas de Eva Potiguar | Uma poética de raízes imersas

Cinco poemas de Angela Dondoni | "Transmutar"

Tertúlia Virtual | uma ideia genial de Marta Cortezão

Resenha do livro infantojuvenil A ÚLTIMA FOLHA, de Adriana Barretta Almeida

Uma crônica de Guiniver | "Essenciais e Perfumados"

Um conto de Carmen Moreno | "Dora"

Três poemas de Maria Cleunice Fantinati da Silva | "Intensa(mente) temperamental"