Entre Amoras e Amores | Posfácio Trilegal - Chris Herrmann

Entre Amoras e Amores, de Chris Herrmann
Ser MulherArte Editorial, 2020


Posfácio Trilegal do livro Entre Amoras e Amores
Chris Herrmann

No dia 23 de Julho de 2020 fiz o lançamento virtual no Facebook do meu livro com 50 minicontos Entre Amoras e Amores. Não planejei algo glamoroso, mas que apenas pudesse apresentar o meu novo livro digital de contos editado por mim, através do selo editorial desta revista. E o resultado foi que vendi bem mais do que imaginei. Foi uma excelente surpresa para quem não esperava muito. Afinal, é a primeira vez que publico algo do gênero.


Meus livros já publicados foram de poesia e, por último, dois romances. Mas a surpresa mais bonita disso tudo, além do belíssimo prefácio da escritora Divanize Carbonieri, que já havia destacado, foi o trio de posfácio honroso e delicioso de outras três escritoras que também admiro muito: Líria Porto, Maria Valéria Rezende e Gisele Mirabai, que trago aqui para a revista por merecer meu destaque e, mais uma vez, meu agradecimento. 


Líria Porto
Professora e poeta
“Ler um livro de minicontos é como colher frutas ou flores silvestres – em pouco terás um colorido buquê ou um cestinho repleto de delícias – assim me senti ao ler estas pequenas histórias de Chris Herrmann – sensações interessantíssimas, agradáveis – estrelinhas que cintilam, piscam e te atraem para novas descobertas. São flashs do cotidiano e falam de amor, encontros, reencontros, desencontros, solidão, sonhos, alegrias e tristezas com sensibilidade, humor e bom português! Desde o título do livro já podes salivar, sentir na língua a cor irrecusável das amoras!!!”


Maria Valéria Rezende
Escritora, poeta, criadora do movimento Mulherio das Letras
“Nestes tempos em que tornar-se escritor ou poeta pode, em alguns casos, transformar alguém em uma espécie de pop-star, dar-lhe a sobrestimada "visibilidade", ouve-se jovens queixar-se de que queriam escrever um romance, mas não acham assunto. Pois bem, se quiserem podem ler este livro como um manual para saber encontrar histórias e personagens. Chris Herrmann nos mostra abundantemente como elas estão em toda parte... basta olhar pela janela, ver o senhorzinho idoso que se precipita para ajudar a senhorinha de bengala a atravessar a rua, com seu vestido florido e os cabelos acaju denunciando que acaba de sair do salão de beleza, para disparar a imaginação e transformar a cena no gatilho para um romance. Basta ter imaginação. Aí está o segredo! Qualquer vida, de qualquer pessoa pode ser contada ou pode ser reinventada num conto ou romance. A imaginação não falta a Chris. Mas só isso não basta. É preciso saber o que se quer mostrar, de maneira divertida ou poética, fazendo do leitor seu parceiro. Aqui Chris também dá a dica: suas personagens têm idades precisas, do quase zero ao quase cem, dizendo-nos assim que a vida não se acaba antes de acabar de vez e que sempre é tempo para o amor, o amor não tem fórmula pré-definida, o amor a gente inventa! Na mesma linha, aqui insinua-se o que os ditados populares, como sempre, sintetizam tão bem: “quem ama o feio, bonito lhe parece” ou ”a beleza está nos olhos de quem vê” sem que seja preciso explicitá-lo. Ah, mas tem mais uma coisa! Para dar a qualquer história um valor literário, há que saber lidar com as palavras, ressignificá-las, brincar com elas. Mais uma vez, aqui está o manual: como fazer trocadilhos inesperados, que ajudam a desenrolar o fio da história e nos fazem sorrir, ou como referir-se a uma ampla cultura literária e artística sem humilhar o leitor, que só perceberá a referência se a tiver em sua bagagem. Enfim, agradeço a Chris Hermann este impulso para, mesmo me sentindo bem velhinha, não desistir de inventar mais histórias!”


Gisele Mirabai
Escritora e cineasta
“Chris Herrmann nos delicia com estes minicontos para serem colhidos entre uma e outra hora do dia, como quem, em meio ao cinza da rotina, abre a geladeira para desfrutar de pequenas amoras, vermelhas e cheias de graça.”


* o livro pode ser adquirido comigo diretamente ou na Amazon Kindle, pelo preço de R$ 25,00


Comentários

PUBLICAÇÕES MAIS VISITADAS DA SEMANA

A terapia da palavra em quatro poemas da jovem escritora Maria Luiza Brasil

A beleza no humanismo e na denúncia da poesia de Edir Pina de Barros

PodPapo 09 - entrevista com a escritora, editora e coordenadora do Focus Brasil NY Nereide Santa Rosa

Um conto de Marithê Azevedo | "Céu Escuro"

Cinco poemas de Eva Potiguar | Uma poética de raízes imersas

Divina Leitura | As multiplicidades de "Santuário" de Maya Falks

Quatro poemas de Helenice Faria | Uma poética da resistência

Três poemas de Dayane Soares | Uma poética do tempo e da ancestralidade

Um miniconto de Silviane Ramos | "De que cor ficou?"

Seis poemas de Mara Senna | Ponta de estrela