O Tempo, um poema e um presente - Chris Herrmann

Arte: Luciane Valença

O TEMPO - meu poema traduzido e um vídeo de presente
por Chris Herrmann

Não são todos os dias que se ganha um presente de valor como esse, porque esse valor é estimativo e para mim, o maior de todos. Trata-se de um projeto do Thiago Alexandre Tonussi na revista eletrônica Mallarmargens, chamado TO BE TUPI. Nesse projeto, a revista apresenta uma série de poemas em português traduzidos para o inglês e vice-versa. A Revista Mallarmargens, para quem ainda não conhece, vem prestigiando desde 2012 a arte contemporânea e, em especial, a Literatura. Eu tive o prazer de ter sido uma das colaboradoras durante um bom tempo e que me trouxe muitas alegrias. 

Pois então, apresento abaixo o meu poema original, com a tradução e o belo vídeo do Thiago. Presentes assim, são para se guardar para sempre! Agradeço muito ao Thiago e a Revista Mallarmargens, ao Nuno Rau, à Amanda Vital, ao Ricardo Escudeiro, ao Alexandre Guarnieri e a todos mais que dirigem e colaboram para o sucesso merecido desta revista que já entrou para a história das artes no Brasil.

ORIGINAL:
O tempo
[ de Chris Herrmann ]

o que me assombra
não é o tempo que perdi
reverenciando inutilidades,
nem a imagem refletida
que tiveram de mim.

me assombra é o tempo,
o que se perdeu na carcaça,
que me fez caça e prisioneiro,
que não mais me serve.

mais ainda me assombra
não é a sombra que eu era,
mas a que ficou vazia e só
nas águas de um tempo ido.


☬꧂


TRADUÇÃO:
The Time
[ by Chris Herrmann ]

what haunts me
is not the time i wasted
revering uselessness,
nor the reflected image
people had of me.

haunts me is that time,
lost in the carcass,
made me prey and prisoner,
and no longer serves me.

haunts me even more,
is not the shadow that i was,
but that one kept empty and lonely
in the waters of a time gone by




TAT (Thiago Alexandre Tonussi), é graduado em Línguas Modernas e possui um Mestrado em Literatura Comparativa pela Birkbeck-Londres. É tradutor do inglês e espanhol; pessoa lenta e vegana. Nasceu em Uberlândia-MG, cresceu em Piracicaba-SP, e vive em Londres-Inglaterra; junto com suas gatas, companheiras e namoradas, Juliana e Bella. Para traduções de livros ou poemas contatar: tat.poesia@gmail.com ou https://www.facebook.com/TATpoesia/

Comentários

  1. Muito lindo! Parabéns, Chris Herman e Thiago Alexandre Tonussi. E obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, querida Esther. O Thiago realmente fez um lindo trabalho. Merece ser reconhecido.

      Excluir
  2. Que maravilha, Chris. Parabéns! Abraços ao poeta, outros pra vc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lou. O poema O TEMPO é meu, e o Thiago é tradutor. Ele traduziu o meu poema para o inglês. Um abraço, querida.

      Excluir

Postar um comentário

PUBLICAÇÕES MAIS VISITADAS DA SEMANA

A terapia da palavra em quatro poemas da jovem escritora Maria Luiza Brasil

Cinco poemas de Eva Potiguar | Uma poética de raízes imersas

PodPapo 09 - entrevista com a escritora, editora e coordenadora do Focus Brasil NY Nereide Santa Rosa

A beleza no humanismo e na denúncia da poesia de Edir Pina de Barros

Um conto de Marithê Azevedo | "Céu Escuro"

Improvisos & Arquivos | árvore/poemas - publicação coletiva

Divina Leitura | As multiplicidades de "Santuário" de Maya Falks

Quatro poemas de Helenice Faria | Uma poética da resistência

Três poemas de Dayane Soares | Uma poética do tempo e da ancestralidade

Um miniconto de Silviane Ramos | "De que cor ficou?"