Cinco poemas de Ines Lempek

Fotografia por Mdorea


O passo do voo

Descalço subo
vou ao encalço
e calço
o passo do voo.

Imagem da internet sem indicação de autoria

Céu encoberto


Céu encoberto
trovoadas
pé de vento
chuvarada
corpo molhado
pés correndo
sombrinha alada
dançar na chuva
alma lavada.

Fotografia por Mdorea


Movimento dos barcos, movimento...

barcos noturnos
flutuando na baía
um cardume de luzes
vistos de cima.

Imagem da internet sem indicação de autoria

De frente pro frio

Entre as águas costeiras
e as dúvidas transparentes
andamos de frente pro frio
de dentro



Fotografia por Mdorea

Maresia

quando sua maré enche
esvazia-se de certezas
ventania que devassa
em cada célula
uma interrogação
e quando troca de lua
se enche de estranhamentos
quando sua maré baixa
a onda reversa
deixa na superficie da pele
minúsculos sobreviventes
resquicios da viração
então na calmaria respira
afrouxa o nó dos sustos
esvazia os poros de medos
faz preenchimento de desejos
sem prazos nem validades.






Ines Lempek é natural de Porto Alegre, morou em São Paulo e Brasilia. Estudou Psicologia na UFRGS, e especialização em Psicanálise e Cultura na UnB. Participou de oficinas de escrita criativa, publicou em antologias, revistas literárias e blogs, com poemas, haicais e historias curtas. Lançou em 2019 o 1° livro solo de poemas O Avesso do Clima, pela Editora Bestiario.



Comentários

  1. Cara Ines, fiquei feliz em ver-te aqui! Gostei muito dos poemas!! E das imagens eschkdas! Um imenso abraço em ti, muita Poesia!!💗💗💗

    ResponderExcluir

Postar um comentário

PUBLICAÇÕES MAIS VISITADAS DA SEMANA

Machismo estrutural | Quando a imprensa também exclui as mulheres

Uma resenha de Marta Cocco | "Uma Diva na passarela estreita do Jabuti"

Um poema de Mar Becker | "à parte do reino"

Uma série pictórica de Neide Silva | Flores do Cerrado

Cinco poemas de Tatiane Silva Santos | "No sonho"

Yedda Maria Teixeira | o prêmio da arte de amar

A poética que roça os sentidos | Banquete poético

Era uma vez 11 I Literatura infantil inclusiva da brasiliense Alessandra Alexandria

De Prosa & Arte| Nosso Corpo não é Bagunça!

IX Tertúlia Virtual | Vozes e Olhares de uma Poética do Feminino